HCI

VALVOPLASTIA MITRAL PERCUTÂNEA

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL DAS CLINICAS SAMUEL LIBÂNIO -POUSO ALEGRE

 
HISTÓRIA CLINICA:Grávida de 23 semanas, gemelar, com diagnóstico de estenose mitral reumática sintomática(classe funcional III), em ritmo sinusal, refratária ao tratamento clínico convencional cuja avaliação ecocardiográfica pré-operatória estimam-se área valvar de 0.8cm² ,gradiente diastólico médio de 10mmmHg , score de Block de 8 e sem trombo intracavitário ao exame transtorácico.
 
PROCEDIMENTO 1:Realização de cateterismo direito e esquerdo por via femoral de forma habitual evidenciando normotensão arterial pulmonar e hipertensão venocapilar pulmonar(35/20/25),gradiente transvalvar mitral inicial de 15mmHg devido estenose mitral pura.Através da técnica de Inoue convencional posicionou-se balão com 26 mm no plano valvar com duas insuflações completas e observou-se redução do gradiente transvalvar(final de 5mmHg) sem incompetência associada.(foto 1).
 
EVOLUÇÃO IMEDIATA:Aparecimento de hemiplegia à esquerda com alteração do nível de consciência e padrão respiratório 90 minutos após valvoplastia necessitando intubação e ventilação mecânica e estabelecendo hipótese clinica de acidente vascular de origem cardioembólico.
 
PROCEDIMENTO 2:Realização de arteriografia cerebral pelo neurointervencionista que demonstrou oclusão aguda da bifurcação da arteria cerebral média direita e grande área avascular frontotempôroparietal optando-se por trombólise química ( RTPA intraarterial na dose de 10mg em bolus com manutenção de 50mg em 60 minutos) observando-se recanalização parcial do vaso(foto 2).
 
EVOLUÇÃO CLÍNICA:Transferida para UTI e após 3 dias submetida a parto cesárea sem intercorrências ginecológicas e neonatais.Avaliação tomográfica inicial documenta-se pequena hemorragia no núcleo lentiforme com expansão até o córtex insular e discreto efeito de massa.Houve progressiva recuperação do nível de consciência e déficit motor recebendo alta hospitalar ao final de 15 dias e em uso de anticoagulação oral.Encontra-se atualmente sem sinais neurológicos focais e em classe funcional I para aptidão cardiovascular observando-se estenose mitral residual com área valvar de 1.38 cm² .

Publicado em: 14/06/2010 - 17:50:18

Voltar

Nossas Unidades

Hospital Santa Mônica Imperatriz - MA

Imperatriz - MA
Fone: (99) 3529-3219

Hospital Nossa Senhora da Abadia Ituiutaba

Ituiutaba | MG
Fone: (34) 3268-2222 | (35) 9203-8586

Santa Casa São Sebastião do Paraíso - MG

São Sebastião do Paraíso - MG
Fone: (35) 3539-1304

Santa Casa de Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
Fone: (16) 3635-9668 Fax: (16) 3635-9848

Hospital e Maternidade São Lucas

Ribeirão Preto | SP
Fone: (16) 607-0179 Fax: (16) 3607-0182

Hosp. das Clínicas Samuel Libânio - Pouso Alegre

Pouso Alegre | MG
Fone: (35) 3449-2186 - Fax: (35) 3449-2187

Telefone de urgência 24 horas

16 9721-0163

Clique aqui para mais informações

Cadastre-se e receba nossos informativos gratuitamente.