HCI

INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO PERIOPERATORIO

1 - Descrição:

Paciente com quadro de dor precordial de ínicio recente com testes provocadores de isquemia positivos foi submetido a Cinecoronariografia que evidenciou obstrução severa ostial e de 1/3 médio de Descendente Anterior associada a lesões distais de Coronária Direita e 1/3 médio do Trajeto Atrioventricular do Ramo Circunflexo com Ventrículo Esquerdo de boa contratilidade.
 
Dada extensa calcificação e localização ostial de Descendente Anterior foi indicado Revascularização do Miocárdio optando o cirurgião por enxerto mamária-DA sem circulação extracorporea tendo alta hospitalar 6 dias após intervenção sem intercorrências perioperatórias.
 
Em casa, no dia seguinte à alta hospitalar referiu dor precordial com sudorese fria e síncope cuja avaliação médica constatou fibrilação atrial com alta resposta ventricular de 150 bpm associado a corrente de lesão anterior extensa e ecocardiograma com acentuada redução do desempenho sistólico global ( FE= 22%) devido grande área acinética anteroseptal.
 
Internando na UTI, foi realizado cardioversão química com amiodarona necessitando suporte farmacológico com noradrenalina e dobutamina para controle do choque cardiogênico. Dado ausência de resposta favorável ao tratamento inicial, foi submetida a Cinecoronariografia de urgência.
 
 
2- Procedimento:
 
Documentado oclusão aguda ostial de Descendente Anterior com dificuldade técnica de ultrapassar guia metálico no 1/3 médio em local de anastomose mamária coronária seguida de implante de 3 Stents não farmacológicos obtendo-se recanalização arterial com fluxo TIMI 3.
 
 
3- Evolução:
 
Transferido novamente para Unidade Coronariana evoluiu com instabilidade circulatória e respiratória e, no período de 12 dias, conseguiu-se progessiva retirada das drogas e assistência respiratória tendo intercorrências de Insuficiência Renal Aguda sem necessidade de diálise, drenagem de hemotórax com transfusões sangüineas, sepsis urinária com cobertura antibiótica e estado confusional prolongado.
 
Atualmente no 16º dia de internação hospitalar em enfermaria está com ICC parcialmente controlada e conduta clínica expectante frente à abordagem do grande aneurisma ventricular que se formou como seqüela isquêmica.Houve progressiva deterioração da função ventricular necessitando transferência para unidade coronária culminando com infecção pulmonar por germe multiresistente e óbito ao final 33º dia.

Publicado em: 26/11/2010 - 11:52:37

CD- OAE: ATEROMATOSE DIFUSA MODERADA COM CALCIFICAÇÃO PARIETAL

CE- OAE: OBSTRUÇÃO SEVERA NA ORIGEM DE DA CALCIFICADA NO CATE DIAGNÓSTICO PRÉ-OPERATÓRIO

ANGIOGRAFIA QUANTITATIVA EM OBSTRUÇÃO DE DA

VE- OAD: CONTRATILIDADE SEGMENTAR CONSERVADA

CE-OAD: PRÉ-ATC DE DA POR OCLUSÃO AGUDA NO P.O. DE MAMÁRIA-DA

ATC COM STENT CONVENCIONAL EM ORIGEM DE DA

STENT EM 1/3 MÉDIO DE DA NO LOCAL DE SUTURA E PLACA OBSTRUTIVA

STENT NO 1/3 DISTAL DE DA

RECANALIZAÇÃO DE DA POR ANGIOPLASTIA EM LESÃO NATIVA DE ORIGEM E ESTENOSE DE ANASTOMOSE CIRÚRGICA

RESULTADO FINAL DE ANGIOPLASTIA DE IAM NO P.O. DE REVASCULARIZAÇÃO CIRÚRGICA

Voltar

Nossas Unidades

Hospital Santa Mônica Imperatriz - MA

Imperatriz - MA
Fone: (99) 3529-3219

Hospital Nossa Senhora da Abadia Ituiutaba

Ituiutaba | MG
Fone: (34) 3268-2222 | (35) 9203-8586

Santa Casa São Sebastião do Paraíso - MG

São Sebastião do Paraíso - MG
Fone: (35) 3539-1304

Santa Casa de Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
Fone: (16) 3635-9668 Fax: (16) 3635-9848

Hospital e Maternidade São Lucas

Ribeirão Preto | SP
Fone: (16) 607-0179 Fax: (16) 3607-0182

Hosp. das Clínicas Samuel Libânio - Pouso Alegre

Pouso Alegre | MG
Fone: (35) 3449-2186 - Fax: (35) 3449-2187

Telefone de urgência 24 horas

16 9721-0163

Clique aqui para mais informações

Cadastre-se e receba nossos informativos gratuitamente.